Starbucks, a Maior Rede de Cafeterias do Mundo

Por Karazov

Com sede na cidade de Seattle, estado de Washington. A companhia criou seu nome inspirada em parte pelo personagem Starbuck, do livro Moby Dick, e seu logotipo é um entalhe escandinavo do século XVI de uma sereia com duas caudas.

Claro, com certeza você já ouviu falar da famosa Starbucks,  uma marca de cafeterias espalhada pelos quatro cantos do planeta terra. Acompanhe a história desde o inicio, como surgiu a maior tendência em cafés atualmente? Descubra

Os Primeiros Anos

A Starbucks foi fundada por Jerry Baldwin, Gordon Bowker e Zev Siegel, abrindo sua primeira loja em 1971 do outro lado da rua do histórico Pike Place Market em Seattle. Os três fundadores da Starbucks tinham duas coisas em comum; todos eles eram provenientes da academia e todos adoravam café e chá. Eles investiram e pediram emprestado algum dinheiro para abrir a primeira loja em Seattle e deram o nome de “Starbucks” em homenagem ao primeiro companheiro do romance clássico de Herman Melville, Moby Dick .

Alfred Peet, empresário de torrefação de café , foi uma grande inspiração para os fundadores da Starbucks. Peet era um imigrante holandês que começou a importar bons cafés arábica para os Estados Unidos nos anos 50. Em 1966, ele abriu uma pequena loja, a Peet’s Coffee and Tea, em Berkeley, Califórnia, especializada na importação de cafés e chás de primeira classe. O sucesso da Peet incentivou os fundadores da Starbucks a basear seu modelo de negócios na venda de grãos e equipamentos de café de alta qualidade, e a Peet’s tornou-se o fornecedor inicial de grãos de café verde para a Starbucks. Os parceiros compraram um torrador usado da Holanda e Baldwin e Bowker experimentaram as técnicas de torrefação de Alfred Peet para criar suas próprias misturas e sabores.

No início dos anos 80, a Starbucks havia aberto quatro lojas em Seattle que se destacavam dos concorrentes com seus cafés torrados frescos de alta qualidade. Em 1980, Siegel decidiu buscar outros interesses e deixou os dois parceiros restantes, com Baldwin assumindo o cargo de presidente da empresa.

A Era De Howard Schultz

Em 1981, Howard Schultz , representante de vendas da Hammarplast, empresa sueca que fabricava equipamentos de cozinha e utilidades domésticas das quais a Starbucks comprava cafeteiras, percebeu o tamanho dos pedidos da empresa, o que o levou a visitá-la. Schultz ficou tão impressionado que decidiu seguir uma carreira na Starbucks, e foi contratado como chefe de marketing em 1982. Schultz notou que os clientes iniciantes às vezes se sentiam desconfortáveis ​​nas lojas por causa de sua falta de conhecimento sobre cafés finos, então ele trabalhou com os funcionários da loja no desenvolvimento de habilidades de vendas amigáveis ​​ao cliente e produziu folhetos que facilitavam o aprendizado dos produtos da empresa.

Vendo que ele não seria capaz de convencer Baldwin e Bowker a abraçar a idéia do café, Schultz deixou a Starbucks em 1985 e iniciou sua própria cadeia de café chamada Il Giornale, que foi um sucesso imediato, expandindo-se rapidamente para várias cidades.

Em março de 1987, Baldwin e Bowker decidiram vender a Starbucks, e Schultz foi rápido em comprar a empresa. Ele combinou todas as suas operações sob a marca Starbucks e se comprometeu com o conceito de café para os negócios, com vendas adicionais de grãos, equipamentos e outros itens nas lojas Starbucks. A empresa entrou em um período meteórico de expansão que continuou após a abertura do capital em 1992. A Starbucks logo se tornou a maior cadeia de cafeterias do mundo. No início do século XXI, a Starbucks estava presente em dezenas de países ao redor do mundo e operava mais de 20.000 lojas. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de Histórias de Sucesso!

Foto de Jiawei Zhao no Unsplash

Siga nos no Instagram e no Pinterest

Você pode gostar

Deixe um comentário